Docerias apostam no mercado virtual para atrair clientes

No Espírito Santo, diversas lojas de doces artesanais utilizam a Internet como principal meio para realização de encomendas 

Seja sem lactose, com açúcar ou sem glúten, um doce bem feito pode alegrar o dia de qualquer pessoa. Seja pelo sabor ou pelo carinho incluído nas receitas, os doces caseiros ainda têm seu espaço reservado na mesa de muita gente. E é nessa vertente culinária que Eduarda Morandi aposta. Ela é dona da marca Le Petit Docerie, um ateliê de doces artesanais que utiliza a internet como principal meio de contato com os clientes.

A história começou em outubro do ano passado, após Eduarda fazer palhas italianas para uma ação da blogueira Poly Polycarpo. “As palhas italianas gourmet fizeram tanto sucesso pelo sabor e textura diferenciada que vi ali uma oportunidade de fazer do que amava um negócio lucrativo”, conta. O empreendimento foi totalmente criado, executado e é mantido por Eduarda. Apaixonada por doces, ela sempre se aventurou a realizar receitas diferentes, de produtos que não encontrava por Vitória.  Foi assim com os brownies que, hoje, são o carro chefe da empresa. Além das cinco opções de brownies, a Le Petit Docerie também prepara naked cakes e palhas italianas gourmet.

“Sempre dizemos que nossos doces são artesanais e feitos um a um com todo o carinho e é uma super verdade, porque eles são todos feitos por uma pessoa só. No máximo, tenho um amigo/ajudante, mas que só cuida da parte de embalar/finalizar”, conta Eduarda.  Além do cardápio fixo, a Le Petit sempre traz novidades e edições especiais para datas comemorativas. Na época da Páscoa, por exemplo, a loja preparou mini ovos recheados com diferentes sabores.
[doces] Uma das ações especiais realizadas pela Le Petit foram os mini ovos de Páscoa recheados

Todos os pedidos devem ser feitos por encomenda que, por sua vez, são realizadas apenas por e-mail. “Gosto de dizer que somos um ateliê, funcionamos sob encomenda, mas também temos a pronta entrega eventualmente”, diz Eduarda. As promoções e novidades são divulgadas pelo Instagram e pelo Facebook. Anunciar na internet foi a maneira que Eduarda encontrou de colocar seu negócio em funcionamento, sem precisar de uma loja. “O nosso negócio existe na internet e só existe por causa da internet que até hoje é o meio pelo qual conseguimos nossos clientes”, afirma.

No Instagram, a marca possui 2 mil seguidores, número cinco vezes maior do que as curtidas que a página tem no Facebook. Eduarda investe nas redes sociais e sempre publica fotos de seus produtos. “É isso o que a gente ama, fazer os clientes quererem lamber a tela do celular!”, brinca.

Quem também aposta nesse tipo de iniciativa são as sócias Silvia Borges e Janaína Baptista que, juntas, comandam a Gastronomia com Arte. As duas são formadas em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e em Gastronomia pela Faculdade Novo Milênio, onde se conheceram. “Começamos em outubro de 2011, quando fomos convidadas para fazer a parte de gastronomia de uma feira de artesanato em Jardim da Penha”, conta Silvia.

As opções oferecidas são feitas de acordo com o evento de cada cliente. Bolos, brigadeiros,cheesecakes e até mesmo pudim com pé de moleque fazem parte do cardápio. “Muitas vezes construímos os cardápios personalizados e trabalhamos, também, com encomendas individuais. [...] As encomendas são feitas com antecedência mínima de três dias normalmente, por telefone ou email”, afirma a gastrônoma.

A Internet também tornou-se grande facilitadora para os negócios de Silvia e Janaína. Inicialmente, o trabalho das sócias era encomendado por amigos, conhecidos e vizinhos. Mas, há dois meses, a Gastronomia com Arte fez sua conta no Instagram, na qual exibe seus produtos e realiza promoções. “Decidimos utilizar a Internet para ampliar nossa carteira de clientes, [...] para aumentar a visibilidade do nosso trabalho para o público-alvo, nossos clientes em potencial”, afirma Silvia.

Sob encomenda!
Quem tem acesso a Internet na palma da mão já sabe, agora, o que fazer quando der aquela vontade de comer um bolo ou um brigadeiro. Um simples e-mail e a encomenda estará feita. Conheça algumas das docerias que trabalham com pedidos por e-mail e faça o seu:

Charmant Confeitaria
A loja trabalha com cake design, cupcakes, pop cakes e confeitaria artística em geral. Encomendas pelo Facebook, pelo e-mail charmant.contato@gmail.com ou pelos telefones 99775-0053 e 99275-0053.

D Chocollat
A D Chocollat oferece diversos brigadeiros e bombons caseiros, feitos artesanalmente. As encomendas devem ser feitas pelo Facebook ou pelo telefone 99887-0805.

Gastronomia com Arte
Bolos, pudins e cardápios personalizados são oferecidos pela Gastronomia com Arte, das sócias Silvia Borges e Janaína Baptista. As encomendas devem ser feitas com, pelo menos, três dias de antecedência, pelo e-mail gastronomiacomarte@hotmail.com.

Le Petit Docerie
A Le Petit é especializada em mini doces artesanais, como cupcakes e alfajores. Os pedidos devem ser feitos somente pelo e-mail lepetitdocerie@gmail.com. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 99294-7335.

Nenhum comentário:

Postar um comentário